domingo, 12 de maio de 2013

O rescaldo ao clássico Futebol Clube do Porto – Sport Lisboa e Benfica


Começo pela conclusão, os jogos não terminam aos 90 minutos, apenas quando o árbitro apita. E ontem o tempo de descontos até foi jeitoso, depois do Benfica andar a enrolar o jogo na segunda parte!

O empate era o resultado que interessava ao Benfica e até que assentava bem a jogo. Acabou por ganhar o Porto, a única equipa que tentou fazê-lo.

O Benfica entrou com um 11 de cagufa no dragão, apenas 1 ponta de lança e muitas cautelas defensivas. Já o tinha dito, o melhor era ir com dois pontas de lança para tentar manter o Porto sempre em sentido. Percebo que o Jesus quisesse controlar o meio campo com mais um elemento para batalhar o trio de gigantes que o Porto lá tem, a saber: Moutinho, Lucho e Fernando. Mas com dois pontas de lança duvido sequer que o Fernando se atrevesse a passar a linha de meio campo. Enfim, são opiniões de tática, e nesta matéria o Jesus é Rei, é o prório que o diz!!

Com a felicidade de marcar primeiro, o Benfica acabou por controlar sempre muito bem o jogo, sendo apanhado na curva no lance do Varela, desta feita num lance infeliz do Maxi. Ao intervalo, o jogo empatado a 1-1 era mais do que certo e justo.

Na segunda mais do mesmo, um Benfica muito arrudamo no seu meio campo sem dar grandes veleidades ao Porto. Depois o Jesus começa a querer claramente fechar o empate e mete o Roderick. Esse sinal de miúfa que passa para o resto da equipa em campo nunca é bom, mas era uma substituição que até fazia algum sentido, especialmente para um treinador que não queria ganhar. Até aqui não falei ainda no Vitor Pereira, e porquê? Porque ele nada fez para mexer na tática da equipa. Às vezes resulta, mas o mais normal é tentar fazer qualquer coisa para desiquilibrar o jogo, porque em matéria de desiquilibrios o jogo foi muito fraquinho.

Então lá entrou o Kelvin e depois o Liedson (finalmente cheirou a relva), e o figurino tático alterou-se. Não que a equipa tivesse melhorado, mas o jogo ficou partido a meio campo e isso ajudou a que o Porto pudesse contruir o lance de contra ataque que esteve na origem do segundo golo.

No final, um resultado que se aceita, mas provavelmente o mais justo seria o empate.

Saudações desportivas

Pantomineiro Mor

PS: O Pantomineiro “Mambo” Mor que ontem no seu exercicío de vidência apontava para um empate 1-1, pede desculpa, estava a ver na sua bola de cristal o jogo dos juniores entre Porto e Benfica, e que de facto, como o Mambo previa, terminou empatado a uma bola.


7 comentários:

Diogo Gaspar disse...

O campeonato ainda não acabou, mas é muito difícil o Benfica ser campeão. Como se costuma dizer o Benfica morre na praia e no entanto, a praia é um sítio bonito para se morrer.

Tal como faço em jogos importantes desloquei-me a uma esplanada carregada de Benfiquistas e alguns Portistas aqui em Lisboa, sempre com desportivismo e sem qualquer problemas, para os acéfalos que gostam de arranjar confusão já viram? Dá para conviver com pessoas de outros clubes, ver jogos e não haver confusão. Fantástico não é? Eu nisso achei.

Em relação ao jogo em si, como Benfiquista sinto-me triste.

Pior que tudo sinto-me triste porque sei que o Benfica não jogou para ganhar. E o Benfica não é numa semana que passa de bestial a besta. Como é que é possível, a equipa com o melhor ataque do campeonato, que mais soluções tem na frente, ir jogar a casa de um rival onde pode ser campeão à procura do empate?

O golo do Benfica nasce de um lance de sorte, um ressalto manhoso que sobra para o Lima em que ele só tem de encostar. O primeiro golo do Porto a mesma coisa, um cruzamento do Varela que ressalta no Maxi em que o Artur é traído.

Agora entrar na segunda parte, meter um Roderick que já se viu não ter qualidade para jogar nestes jogos, um Aimar que está cansado fisicamente e depois trocar avançado por avançado, não consigo perceber.

O Porto como é óbvio procurou o resultado que lhe interessava, a vitória, normalmente a sorte bate a porta de quem a procura e neste caso para minha infelicidade e de todos os Benfiquistas essa sorte tocou ao Porto.

Verei o jogo da final da Liga Europa sem qualquer esperança de vitória, os jogadores estoiraram, estão sem qualquer moral depois disto e fico com pena da família Benfiquista que tinha esperança. Contudo, sou sincero e imparcial o suficiente para dizer que é merecido isto acontecer a todos os Benfiquistas que já festejavam antes de tempo.

O campeonato perdeu-se na Luz há uma semana quando o Benfica concedeu o empate ao Estoril e deu hipótese ao Porto de nos ultrapassar.

Agora há que lamber as feridas

Finalmente alguém que diga ao Jorge Jesus que o Benfica só tem uma maneira de jogar e não há que inventar, é ao ataque, no ano em que fomos campeões, só o fomos porque entrávamos em todos os jogos com o mesmo pensamento, atacar e marcar.

Felicidades aos Portistas que não são anti qualquer coisa e que apoiam exclusivamente o seu clube, porque adeptos de lixo há em todos os clubes, no entanto aqueles que apoiam só o seu e que estão com o seu clube nos bons e maus momentos são aqueles que merecem ser congratulados após as vitórias.

Cumprimentos

Diogo Gaspar disse...

Já agora deixo aqui um texto que encontrei numa rede social:

Crónica sentida de um sportinguista in forumscp.pt
"
Tópico: Gozar com o Benfica é enxovalhar o Sporting

Hoje atingimos a pior classificação de sempre na nossa história. Para além de termos ficado fora das competições europeias, conseguimos a proeza de não figurar, sequer, entre os sete primeiros lugares da tabela classificativa a uma escassa jornada do final deste campeonato.

No entanto, mais do que carpir as mágoas e pensar no futuro, os sportinguistas parecem preocupar-se essencialmente com o facto do Benfica aparentar ter perdido tudo na recta final do campeonato. E a situação torna-se mais caricaturesca quando temos a percepção que o percurso do Benfica, por terras lusas e estrangeiras, foi marcado por inúmeras vitórias e presenças em finais. Ou seja, o Benfica não tem razões para ser enxovalhado: fez uma época absolutamente excepcional.

Pelo contrário, nós fizemos a pior época de sempre. Se o Benfica tem razões para se sentir envergonhado, então no nosso caso não há outra solução senão efectuarmos um lento hara-kiri com uma espada de madeira. Não temos absolutamente nenhuma moral para apontar o dedo e gozar como um menino traquinas da primária.

É verdade que o Benfica é o clube mais arrogante de Portugal. É verdade que, na zona de Lisboa, o ar torna-se mais irrespirável a cada vitória benfiquista. O asfalto cede e cada passo representa um esforço hercúleo directamente proporcional à quantidade de benfiquistas que nos rodeiam dada a quantidade de soberba presente na verborreia que proferem.

Porém, os sportinguistas do Porto sentem exactamente o mesmo. E mais: têm razões para este sentimento que vão muito para além de uma rivalidade histórica. Têm razões actuais, justificadas pela razão e pela realidade. O Porto, nas últimas décadas, foi o verdadeiro rival do Sporting, roubando-nos inúmeros jogadores e títulos. O Porto, no pior período da nossa história - o actual - agiu como um abutre, vindo comer a carcaça gasta do leão para encontrar no interior do nosso estômago jogadores como Moutinho e Izmailov. O Porto contratou um avançado sem joelhos apenas para nos atingir onde mais dói: no orgulho e história.

Para além disso, o Porto tem sido um exemplo de incorrecção futebolística. Os casos são vários e documentados no maior arquivo de vídeos da humanidade. Qualquer pessoa pode aceder e ver por si a narrativa abjecta dos últimos 20 anos, que muito nos prejudicou e contribuiu para o actual estado de coisas.

Nesta senda do anti-benfiquismo acéfalo, quero também relembrar uma coisa: o único clube que ficaria verdadeiramente a ganhar com o desaparecimento do Sporting é o Porto. O futebol tornar-se-ia bipolarizado e seria uma guerra entre Norte e Sul, como Pinto da Costa tentou sempre que fosse. E mais: os adeptos do Sporting, rejeitando o vermelho, iriam sempre torcer pelo Porto. Talvez até os filhos fossem portistas e, com isto, aumentassem o número de adeptos.

Posto isto, hoje senti vergonha de vários adeptos serem do mesmo clube que eu. Senti vergonha de festejarem a vitória do clube que, nos últimos trinta anos, mais mal nos fez. Senti vergonha de não sentirem vergonha pelo afastamento da Europa, que levou a terem a capacidade de enxovalhar o Benfica numa época como esta, dando-lhe uma importância que não tem (ou que não deveria ter).

Se queremos ser grandes, temos que pensar como grandes. E hoje pensámos como adeptos de um clube pequeno, satélite do Norte, festejando o campeonato de um rival em detrimento de outro.

O anti-benfiquismo, hoje, tornou-se mais importante que o Sporting. Um dia que nunca mais irei esquecer e dos mais negros da nossa história recente."

Pantomineiro Mor disse...

Olá Diogo, saúdo o teu desportivismo como sempre, mesmo no pior do teu clube.

Abraço

PM

Pantomineiro Mor disse...

Diogo,

Eu próprio já tinha elaborado um pouco sobre o ainti-benfiquismo que marca alguns dos adeptos do Sporting:

http://pantominocracia.blogspot.pt/2013/04/mas-afinal-o-que-e-um-dragarto.html

Agora não concordo com o título do texto deste nobre sportinguista, mas de resto, no conteúdo do texto, quase 100%.

Nota que o SCP vem do fundo do poço, esteve na linha de água e acabará por fechar na primeira metade da tabela classificativa e a jogar mal, mas ainda asssim muitos furos acima da primeira metade do campeonato. Terei ocasião quando terminar a época de elaborar mais sobre o Sporting.

Abraço

PM

Diogo Gaspar disse...

Em relação ao Anti-Benfiquismo nem sequer falo, acho que cada um apoia aquilo que quer. Se preferem apoiar todas as equipas que jogarem contra o Benfica que o façam, se quiserem apoiar todas as equipas que ganham ao Benfica que o façam, honestamente passa-me completamente ao lado.

A questão é que cada vez mais esse sentimento que eu tenho de indiferença é maior em Benfiquistas com bom-senso e dois dedos de testa. Vejo que estes Benfiquistas que refiro ignoram cada vez mais o Sporting, a rivalidade é histórica, é o derby é bla bla bla.

Este grupo de Benfiquistas a quem me refiro já de 2000 para a frente que perceberam que o verdadeiro competidor com quem tem de lutar é o Porto.

O verdadeiro "inimigo" do Benfica no sentido de competitividade é o Porto. E basta ver o número de campeonatos ganhos nos últimos anos pelos 3 grandes para o confirmar.

E é esta percepção que ainda não chegou ao Sporting na minha opinião, continuam a pensar no derby, na rivalidade histórica e na conversa da carochinha. O que é que mudou? É que até 2007 o Porto era campeão mas o Sporting ficava em 2º à frente do Benfica e isso ainda dava para tapar os olhos a muito Sportinguista. Desde que o Jesus chegou o Benfica tem níveis de competitividade 1000x superiores aos do Sporting e já nem isso têm a que se agarrar. Até o Braga nos últimos anos ultrapassou o Sporting. E no entanto, o que não falta são Sportinguistas a preocuparem-se com o Benfica.

E não tenho dúvidas que existem Sportinguistas que preferem o fracasso do Benfica ao sucesso do Sporting e é isso que cada vez menos vejo nos Benfiquistas. Isto deriva também da falta de competitividade que o Sporting apresenta, mas também porque o Benfica tem mais que se preocupar do que com o Sporting.

Aconselho os Sportinguistas a ouvirem o Fernando Serrão na TVI24 a dizer à boca cheia que quer que o Sporting acabe para o Porto ter mais adeptos. Aí sim pode ser que abram os olhos e percebam muita coisa.

Digo desde já que os Sportinguistas que ontem festejaram que nem loucos e que andavam a gritar Porto pela Expo e pelas ruas têm de olhar mais para o seu clube que fez este ano a pior época da história e certamente que não foi por causa do Benfica. Estão a 40 pontos do primeiro lugar, o que significa que estão mais perto da linha de água que dos dois primeiros lugares.

Abraço,
Diogo

Anónimo disse...

gostaria de dizer que os portistas são arruaceiros porque nem ganhar sabem visto que agrediram os repórteres da antena 1 viva o glorioso a inveja mata slb forever

Pantomineiro Mor disse...

Na minha opinião é uma triste figura essa que relatas meu caro Diogo!Em vom rigor o Benfica ainda não perdeu rigorosamente nada!

Abraço

PM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
!-- Start of StatCounter Code for Blogger / Blogspot -->